sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Curativo de silicone reduz dor em pacientes com lesões de pele

A equipe de Enfermagem do Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió (AL), participou de um treinamento sobre manipulação de curativo, promovido pela Seção de Gestão de Pessoas do hospital em parceira com a empresa responsável pela tecnologia Safetac. Esse novo método de prevenção e tratamento de lesões de pele é baseado na aderência do curativo através do silicone.
A capacitação foi ministrada pela enfermeira da empresa, Mayara Jordão, que explicou que a Safetac é uma tecnologia de silicone microaderente, projetada para manter a integridade da pele localizada em torno da lesão e do leito da ferida reduzindo a dor ou trauma nas trocas dos curativos.
De acordo com Janine Melo, enfermeira da Seção de Gestão de Pessoas do HGE, a atualização sistemática dos profissionais que atuam no hospital contribui para melhorar a qualidade da assistência ao paciente, além de apresentar novos tratamentos que vem sendo implantados nos grandes hospitais do País.
“Esse curso, por exemplo, vai ajudar toda equipe de enfermagem no manuseio de cobertura de feridas de última geração. Estamos começando a trabalhar com a tecnologia Safetac e já podemos detectar avanços nos pacientes, com uma melhora significativa do quadro clínico”, destacou.
Janine Melo salientou que a adesão dos profissionais nas capacitações é de suma importância para a eficácia da política de gestão de pessoas do HGE. “Lembramos que o setor saúde vive constantes modificações, com a descoberta de tecnologias e implementação de pesquisas, por isso precisamos sempre estar dispostos a reciclar nossos conhecimentos em prol da atenção ao paciente”.
Benefícios
A tecnologia reduz a dor porque adere apenas à superfície seca, ou seja, à pele saudável, mas não às superfícies úmidas, como o leito das feridas. Outro benefício é sua adaptação à superfície da pele, cobrindo mais área e dispersando a força durante a remoção para prevenir o desprendimento das células epidérmicas.


Fonte: Primeira Edição, via portal da Enfermagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Recentes